Dieta para ganhar massa muscular

Quando ouvimos falar sobre Dieta para ganhar massa muscular muitos associam a ingestão de muitas proteínas. No entanto, não é só com o aumento das proteínas, mas temos um conjunto de fatores que temos que contar para proporcionar o ganho da massa muscular. Como a ingestão de vitaminas e minerais, a hidratação, regularidade da alimentação e a adequação da ingestão de calorias. Porém, não podemos esquecer que, além da alimentação existem outros fatores que influenciam no ganho da massa muscular.

Esses fatores não tão menos importantes que a alimentação. As atividades físicas devem ser acompanhadas por um profissional especializado para ajudar na elaboração, na duração, intensidade e frequência dos treinos para não causar lesões.

No dia a dia

Para alcançar seu objetivo, a alimentação tem que ser hipercalórica. Em poucas palavras a quantidade de calorias deve ser maior do que você gasta e assim permitir o anabolismo.

Porém, não se esqueça que essas calorias não devem vir de doces e alimentos gordurosos pobres. Mas temos que investir em alimentos ricos em vitaminas, sais minerais e fibras necessárias para nosso corpo.

Outra coisa que não podemos esquecer é de distribuir essas calorias ao longo do dia em lanches e refeições e o mais importante e respeitar a proporção de ingestão de proteína, carboidrato e gordura.

– As proteínas podem ser retiradas de carnes, ovos, leites e derivados e principalmente em leguminosas, e elas proporcionam o crescimento muscular.
– Os carboidratos devem ser ingeridos em maior quantidade por ser a principal fonte de energia e podem ser encontrados em pães, cereais, frutas, legumes, tubérculos e em verduras.
– Já as gorduras que ajudam na manutenção dos hormônios são encontradas nos óleos, manteigas, margarinas, carnes e ovos.

A hidratação faz parte da rotina diária de treino, pois um corpo desidratado pode aumentar a frequência cardíaca, provocar cãibras, causar a exaustão, provocar náuseas, entre outros sintomas. Com a hidratação adequada podemos melhorar o rendimento nos treinos.

Antes do treino

A alimentação antes do treino deve ser pobre em proteínas, gorduras e fibras para facilitar a digestão. Porém. Rica em carboidratos para manter a glicemia e aumentar o glicogênio muscular (reserva de carboidrato estocado em nosso organismo).

Após o treino

Depois do treino você deve ingerir proteínas para que o corpo retirar o material necessário para reconstruir as fibras musculares que foram lesionadas durante o treino. Além disso, você também terá de consumir carboidrato, pois ele será utilizado para aumentar as reservas de glicogênio tanto muscular quanto hepático.

Vale lembrar para que seu objetivo seja alcançado é preciso ter uma alimentação saudável e adequada ao tipo de treino.

Dieta para ganhar massa muscular
5 (100%) 1 voto